Marcelo Blay destaca a importância do CQCS Insurtech & Innovation e confirma presença da Minuto Seguros no evento

Estar presente em um evento de inovação como o “CQCS Insurtech Innovation” reforça a importância de trabalharmos em conjunto – corretores, seguradoras e entidades regulatórias – para gerar inovações que contribuem para a geração de novos negócios em meio a um cenário econômico cada vez mais desafiador. A afirmação foi feita pelo CEO da Minuto Seguros e vice-presidente da nova unidade de seguros da Creditas, Marcelo Blay, ao confirmar a presença da empresa no evento que será realizado nos dias 23 e 24 de novembro, no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo.

Segundo ele, o mercado de seguros no Brasil tem passado por diversas mudanças nos últimos anos, incluindo inovações desenvolvidas por seguradoras, novos produtos e modelos de negócios, novidades nas regras adotadas pelos órgãos reguladores e novas empresas e investidores chegando para participar do setor. “Em paralelo a tudo isto, o cenário econômico brasileiro tem se mostrado cada vez mais desafiador com o aumento da inflação e da taxa de juros, além de ainda estarmos assistindo uma pandemia em andamento, infelizmente”, acentua executivo, acrescentando que as reflexões sobre estes aspectos que afetam as insurtechs no Brasil e as trocas de experiências com outros profissionais, proporcionados pelo “CQCS Insurtech Innovation”, oferecem “a oportunidade de criar novas soluções para os desafios que vem pela frente” e que, por essa razão, a acredita ser “muito importante a Minuto Seguros estar presente no evento”.

Blay destaca também que a Minuto Seguros entende a união de tecnologia a um atendimento humano de qualidade como algo fundamental para a atração e retenção de clientes. “Temos que ser prestativos, rápidos, transparentes e eficientes em todos os nossos processos. Isto demanda investir em inovação, é claro, mas também em pessoas, em equipes de consultores especialistas em seguros”, frisou o CEO da Minuto Seguros, acentuando que, quando a empresa foi lançada, há 10 anos, essa visão se provou verdadeira e continua valendo até hoje. “Por isso, alcançamos o posto de maior corretora de Seguro Auto do Brasil e a maior corretora online, líder na venda de seguros pela internet no país”, salienta.

Ele lembra também que, recentemente, foi anunciado que a Minuto passou a fazer parte da Creditas, fintech líder em crédito e soluções de consumo na América Latina. Esse acordo, na visão dele, vai diversificar e aumentar a oferta de produtos, gerando diversos novos negócios que beneficiam nossos clientes, os clientes da Creditas e as próprias seguradoras. “Considerando nosso histórico de sucesso e as novas possibilidades a partir da união com a Creditas, a Minuto tem muito a contribuir compartilhando experiências e aprendizados com os congressistas do CQCS Insurtech Connect”, assegura o executivo.

Blay pontua ainda que a Minuto Seguros investiu muito em tecnologia para tornar a vida do cliente mais fácil, tanto no processo de cotação do seguro como na hora de finalizar a compra, renovar a apólice e oferecer um atendimento sempre que necessário. Assim, por meio de processos inovadores, foi desenvolvida uma plataforma online onde o cliente pode cotar seu Seguro Auto de forma rápida e transparente, e “ter acesso a produtos com ótima relação custo-benefício”.

Porém, ele ressalta que, se hoje conta com as 16 maiores seguradoras do Brasil integradas na plataforma, no começo dessa trajetória, foram necessárias muitas e longas reuniões para “convencer as seguradoras a dar-nos uma chance para desenvolver tecnologia em conjunto”.

De acordo com o executivo, naquela época não se falava de APIs nem de insurtechs. “De alguma forma, fomos desbravadores. Neste sentido, acredito que os processos de inovação da Minuto são importantes porque, em última análise, beneficiaram não só a Minuto mas o mercado de seguros do Brasil como um todo”, frisa.

Por fim, Blay, ressalva que quer compartilhar essa jornada empreendedora para que possa servir como fonte de inspiração a quem se interessar ou estiver numa encruzilhada estratégica. “De alguma forma, fomos pioneiros no lançamento de uma corretora de seguros digital num momento em que não havia algo semelhante. Também mostramos ser possível uma corretora captar recursos através de fundos de venture capital e capital estrangeiro, até então algo restrito às grandes corretoras multinacionais. E agora, com a fusão com a Creditas, estamos sinalizando ser possível empresas do setor juntarem esforços com grandes fintechs. Tem sido uma travessia cheia de erros e acertos e acredito que possamos dividir nossa experiência com todos”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

back to top
Iniciar conversa
Olá. Como podemos ajudar você?